Parentes dizem que presos não fazem testes mesmo quando têm sintomas de Covid: ‘CPP omite informação’


Justiça determinou que detentos dos grupos de risco sejam separados dos demais e que toda a população carcerária seja testada. Parentes de presos temem surto de coronavírus entre os detentos
Parentes de presos que estão no sistema penitenciário do Tocantins disseram temer um surto do novo coronavírus dentro das unidades prisionais do estado. De acordo com eles, não há assistência médica nas prisões e mesmo quando os detentos apresentam sintomas do novo coronavírus, os testes não são feitos.
“Lá eles não têm teste. Eles não faz [SIC] o teste porque lá não tem. Ás vezes, muitos deles sentem os sintomas mas não é comprovado que é também”, afirma a mãe de um dos detentos.
Já a esposa de outro preso afirma que tem medo do marido ficar doente sem que ela fique sabendo, já que segundo ela há dificuldade em conseguir informações sobre a situação dentro das prisões. “O meu esposo particularmente né, ele é do grupo de risco então, ele é muito propício a pegar essa doença e morrer lá e eu nem saber, porque a CPP omite informação”.
CPP – Casa de Prisão Provisória de Palmas
Reprodução/TV Anhanguera
Nesta quarta-feira (2), a Defensoria Pública do Tocantins informou que conseguiu na Justiça uma decisão para que os presos dos grupos de risco sejam separados dos demais dentro das unidades e para que todos sejam testados. O Governo do Tocantins foi notificado e tem 15 dias para cumprir a ordem.
O presidente da comissão da Ordem dos Advogados do Brasil que apura denúncias de maus tratos em presídios, Airton Veloso, diz ter provas dos problemas nas unidades e afirma que ainda não conseguiu fazer uma vistoria no local.
Já a associação dos profissionais que trabalham dentro do sistema afirma que os servidores também não recebem assistência adequada e enfrentam falta de equipamentos. Desde o começo da pandemia já foram diagnosticados 288 presos e 41 servidores com a doença.
O secretário de cidadania e Justiça, Héber Fidelis, que administra o sistema, afirma ter tomado medidas para resolver a situação desde o começo da crise. “Todas as medidas possíveis relacionadas ao combate ao coronavírus estão sendo tomadas em todas as unidades prisionais do estado. Estamos na sétima fase da operação Lockdown, operação essa que trouxe um grande êxito. Somos um dos poucos estados sem nenhuma morte na sua população carcerária”, afirma.
A Seciju também divulgou nota sobre o assunto, veja na íntegra:
A Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), por meio da Superintendência de Administração dos Sistemas Penitenciário e Prisional, informa que foi notificada sobre a decisão judicial que está dentro do prazo para análise da Pasta. Ressalta-se que, desde o início da pandemia da Covid-19, uma série de ações, pautadas nas orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) estão sendo tomadas no ambiente carcerário de todo o Estado para prevenção à Covid-19.
Entre as medidas está a distribuição periódica de Equipamentos de Proteção Individual (EPI), suspensão de visitas às unidades, destinação de celas de isolamento para os novos presos, testagem, protocolos de limpeza e higienização do ambiente, uso obrigatório de máscara dentro das unidades, triagem em servidores, prestadores de serviços e representantes do Judiciário que precisem adentrar as unidades prisionais.
Plano de Ação contra o coronavírus
Ressalta-se ainda que desde o dia 26, a Seciju deu início ao novo plano de ação contra o Coronavírus para os próximos cinco meses visando prevenir e controlar a transmissão da Covid-19, conter riscos, danos e agravos à saúde da comunidade carcerária e dos servidores penitenciários. O plano vai trabalhar doze eixos de atuação e tem como ações imediatas: triagens médicas, aferição da temperatura corporal dos custodiados e dos servidores, além de orientações aos custodiados quanto aos procedimentos de prevenção à contaminação pelo novo Coronavírus pela equipe médica, entre outras.
Segue link para acesso ao novo Plano de ação estabelecido pela Seciju no combate ao novo coronavírus.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.