Energisa diz que rede elétrica já foi atingida por queimadas mais de 50 vezes em 2020


A empresa disse que maior parte dos casos é na região central do estado, mas que Araguaína acabou sendo a cidade mais atingida. Fogo atingiu rede elétrica e causou explosão em 2019
Reprodução
A Energisa Tocantins informou que entre janeiro e agosto de 2020 teve a rede de fornecimento de energia atingida por queimadas 51 vezes. A empresa alertou que a prática de iniciar o fogo, além de ser crime, pode trazer prejuízos aos próprios moradores, com desligamentos na rede e até risco de curto-circuítos em equipamentos.
Segundo o levantamento feito pela concessionária, a maior parte dos casos se concentra em cidades da região central do estado, em que 27 ocorrências foram registradas. Outros 19 casos foram no norte tocantinense e a parte mais afetada foi o sul, com cinco queimadas. Apesar disso, a cidade mais atingida até o momento é Araguaína, que teve a rede danificada em cinco ocasiões.
Em 2016, uma queimada no Tocantins danificou uma linha de transmissão da Eletronorte e acabou provocando um apagão em 12 estados brasileiros. O problema se repetiu em 2017, mas nesta ocasião afetou apenas cidades da região central do estado. Já no ano passado, o fogo perto da rede elétrica acabou provocando uma explosão que foi flagrada em um vídeo entre Silvanópolis e Porto Nacional.
“As queimadas próximas à rede elétrica podem provocar o desligamento de energia. Mesmo sem atingir a rede, elas podem colocar em risco a distribuição de energia, já que não é necessário que as chamas encostem nos cabos para provocar curtos-circuitos”, explica o gerente de Operações da Energisa Tocantins, Guilherme Damiance.
Os dados mais recentes do Inpe indicam uma queda de 41% no número de queimadas em agosto de 2020 com relação ao mesmo período de 2019. Mesmo assim, foram identificados 1.714 casos. Desde o começo do ano, o Tocantins registrou 5.193 focos de queimadas.
Veja as orientações divulgadas pela Energisa
Evite queimadas em áreas próximas às redes elétricas;
Procure fazer ‘aceiros’ em cercas para controlar o fogo;
Respeite a ‘faixa de servidão’ ao realizar o plantio;
É proibido realizar queimadas a menos de 15 metros de rodovias, ferrovias e do limite das faixas de segurança das linhas de transmissão e de distribuição de energia;
Realizar queimadas sem autorização do Naturatins é crime.
Pontas de cigarro acesas, latinhas de metal ou vidro em acostamentos das rodovias são um perigo, por isso evite jogar lixo nesses locais;
Apague, com água, ou abafe, com terra, qualquer resto de fogo em acampamentos.
Ao identificar um foco de incêndio, avise o Corpo de Bombeiros (193) ou denuncie pela Linha Verde (0800 63 1155). Se for próximo à rede elétrica ou a uma subestação, avise também a Energisa (0800 721 3330).

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.