Guedes volta a defender reforma administrativa

O ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a defender a reforma administrativa, que altera as regras do funcionalismo público para reduzir gastos públicos. Nesta terça-feira (1), durante anúncio da prorrogação do auxílio emergencial,

“A reforma administrativa é importante. Como o presidente deixou claro desde o início, não atinge os direitos dos servidores públicos atuais, mas redefine toda a trajetória do serviço público para o futuro”, declarou Guedes.

“Nós estamos não só com os olhos na população brasileira a curto prazo, mas também pensando no futuro do país e implementando as reformas.”

Entre os participantes do encontro estavam os ministros da Economia, Paulo Guedes, da Secretaria-Geral, Jorge Oliveira, do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, e da Casa Civil, Walter Braga Netto. Foram convidados cerca de 20 parlamentares do chamado ‘Centrão’ e outros alinhados ao governo.

Na segunda (31), o vice-presidente Hamilton Mourão havia dado declaração similar. “A reforma administrativa não vai mexer nos direitos de quem já está estabelecido no terreno”, disse. “É daqui para a frente, para que tenhamos uma visão de futuro onde os gastos do estado brasileiro vão diminuir paulatinamente”, completou Mourão, em fórum realizado pela emissora BandNews.

Leia matéria na íntegra no Site Portal de Brasília

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.