Cruzeiro perde para o América-MG e se aproxima da zona de rebaixamento

O Cruzeiro não conseguiu reencontrar o caminho das vitórias e se aproximou da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro da Série B na noite deste sábado, ao perder o clássico para o América-MG, por 2 a 1, no Mineirão, pela sexta rodada.

Sem vencer há três rodadas, o Cruzeiro estacionou nos quatro pontos e é o 14.º colocado. O Brasil de Pelotas, que abre a zona de rebaixamento, tem três e dois jogos a menos. Por outro lado, o América emplacou a segunda vitória seguida e chegou aos 11 pontos, pulando para o terceiro lugar.

Os dois rivais começaram se estudando e o primeiro lance polêmico veio aos oito minutos, quando Marcelo Moreno desviou de cabeça e pediu toque de mão do zagueiro adversário. O árbitro, porém, mandou o lance seguir. Na sequência, o América desceu em velocidade e Rodolfo bateu para a defesa em dois tempos de Fábio

Ligeiramente melhor, o América abriu o placar aos 25 minutos. Rodolfo chutou cruzado para dentro da área e o zagueiro Eduardo Bauermann, como atacante, completou para o gol. Na comemoração, o jogador homenageou o ator Chadwick Boseman, cruzando os dois braços no peito, que protagonizou o filme Pantera Negra e faleceu na última sexta-feira.

O Cruzeiro sentiu o gol e viu o América ampliar aos 31 minutos. Pressionada, a defesa celeste saiu jogando errado e Rodolfo aproveitou a sobra para cruzar rasteiro. Matheusinho bateu e Raúl Cáceres tirou em cima da linha, mas a bola voltou para o camisa 10, que dessa vez não desperdiçou.

Depois disso, o desespero bateu de vez no Cruzeiro, que não conseguia chegar com perigo e abusava da ligação direta. O América ainda teve chance de ampliar antes do intervalo, mas Fábio defendeu finalização de João Paulo.

Insatisfeito com a atuação do time, Enderson Moreira voltou do intervalo com três alterações: Matheus Pereira, Jadsom e Maurício entraram nos lugares de Giovanni, Ariel Cabral e Régis, respectivamente.

Apesar de ter mais posse de bola no começo do segundo tempo, o Cruzeiro continuava tendo dificuldades para criar. Mas, em um lance de bola parada, o time celeste diminuiu. Aos 31, Arthur Caíke cobrou falta com perfeição. A bola ainda bateu na trave antes de entrar.

Nos minutos finais, o Cruzeiro tentou de todas as formas o empate, mas encontrou pela frente um América-MG bem postado, tanto que o goleiro Matheus Cavichioli só foi exigido nas bolas aéreas.

Os dois times voltam a campo na próxima quarta-feira, pela sétima rodada. O Cruzeiro enfrenta o Brasil de Pelotas, às 21h30, no estádio Bento Freitas, em Pelotas, e o América-MG recebe o CSA, às 16h30, na Arena Independência, em Belo Horizonte.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 1 X 2 AMÉRICA-MG

CRUZEIRO – Fábio; Raúl Caceres, Léo, Cacá e Giovanni (Matheus Pereira); Ariel Cabral (Jadsom), Henrique (Machado) e Régis (Maurício); Arthur Caíke, Marcelo Moreno (Thiago) e Airton. Técnico: Enderson Moreira.

AMÉRICA-MG – Matheus Cavichioli; Daniel Borges (Diego Ferreira), Messias, Eduardo Bauermann e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho, Alê (Flávio) e Matheusinho (Calyson); Marcelo Toscano (Vitão) e Rodolfo (Léo Passos). Técnico: Lisca.

GOLS – Eduardo Bauermann aos 25 e Matheusinho aos 31 minutos do primeiro tempo. Arthur Caíke aos 31 do segundo.

ÁRBITRO – Paulo César Zanovelli (MG).

CARTÕES AMARELOS – Lucas França e Jadsom (Cruzeiro); Daniel Borges, Marcelo Toscano e Matheusinho (América-MG).

LOCAL – Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Estadão Conteúdo

Leia matéria na íntegra no Site Portal de Brasília

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.