Psicóloga grávida de gêmeas morre por complicações da Covid-19; bebês também não resistiram


Mulher estava no sexto mês de gestação; Parto das crianças foi antecipado, mas as duas meninas não resistiram. Corpos de mãe e filhas foram enterrados em Arapoema. Julianne Ferreira não resistiu às complicações do coronavírus
Arquivo Pessoal
A psicóloga Julliane Ferreira Aguiar, de 29 anos, morreu na madrugada desta sexta-feira (28) em Araguaína, norte do Tocantins, vítima do coronavírus. Ela estava no sexto mês de gravidez de gêmeas e por causa da piora no quadro clínico da Covid-19 teve que antecipar o parto. As duas meninas também não resistiram.
Média móvel: veja em quais estados as mortes estão subindo, em estabilidade ou em queda
A psicóloga estava internada desde o último domingo (23) no Hospital Dom Orione em Araguaína. Julianne Ferreira era servidora da Prefeitura de Araguaína. De acordo com o município, desde 2017 ela atuava na seleção de profissionais na Secretaria de Administração.
“Ela vinha passando mal há algumas semanas. No domingo passado ela passou muito mal e teve que dar entrada no hospital. Ela foi alternando dias bons e dias ruins, melhorava e ficava um pouco pior. Tava comunicando com a gente, mandando áudios até que ela passou muito mal na quinta-feira à noite”, contou o primo da jovem Lucas Ferreira.
Psicóloga estava grávida de gêmeas
Arquivo Pessoal
Julianne passou por uma cesariana para retirar as crianças. Uma das meninas morreu logo após a cirurgia e a outra nesta quinta-feira (27). A mulher precisou ser transferida para a UTI, mas sofreu duas paradas cardíacas e teve os rins e pulmões comprometidos pelo coronavírus.
“Ela não apresentou nenhum sintoma de melhora ou piora depois de ser internada na UTI, mas o quadro dela estava muito grave e o organismo não conseguiu recuperar e acabou falecendo. Perdemos três vidas”, lamentou o primo.
Os corpo da psicóloga foi levado para Arapoema, onde vivem os parentes da mulher, no fim da manhã desta sexta-feira (28). O sepultamento aconteceu por volta das 13h. Os corpos das duas bebês também foram enterrados na cidade.
Julliane Ferreira era muito conhecida e querida na cidade natal. Os moradores fizeram uma carreata para prestar uma última homenagem para ela. A Prefeitura de Araguaína também lamentou a morte.
Moradores fizeram carreata para prestar última homenagem para mulher
Reprodução
Números da Covid
A morte da psicóloga Julliane Ferreira ainda não consta no boletim estadual sobre o coronavírus. Nesta sexta-feira (28), segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES), foram registrados 1.149 diagnósticos de coronavírus e 14 novas mortes causadas pela Covid-19 no estado.
Segundo a Secretaria Estadual da Saúde (SES) os novos casos registrados incluem vários dias de coletas de exames. O total de infectados no estado agora é de 48.580 e o número de óbitos chegou a 649.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.