Batérias conseguem viver uma jornada entre a Terra e Marte no Espaço

Todos sabemos que o espaço é bem inóspito para nós, seres humanos, porém para organismos microscópicos tais como fungus e bactérias, a situação pode ser bem diferente. Aliás, pelo contrário, o espaço pode ser favorável a alguns seres que se alimentam de radiação. A panspermia que é a adaptação dos seres vivos ao ambiente a que são submetidos é um conceito alternativo de como surgiu a vida, e o mesmo pode ocorrer no espaço. A agência espacial japonesa conduziu um experimento na estação espacial internacional (ISS) que colocou algumas bactérias que se alimentam de radiação em condições análogas a uma jornada interplanetária, e por 3 anos, as mesmas sobreviveram muito bem. O que podemos concluir que se levarmos uma colônia dessas bactérias para Marte, facilmente elas se adaptariam por lá.

Leia matéria na íntegra no Site Portal de Brasília

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.