Animais domésticos são vítimas de envenenamento em praça de Palmas

Moradores da quadra Arne 12, no centro da cidade, afirmam que a situação virou rotina no bairro. Casos vêm acontecendo há cerca de dois anos. Gatos e cachorros aparecem mortos na Arne 12 em Palmas
Passear na praça virou uma atividade arriscada para os tutores de cães e gatos da quadra Arne 12, na região central de Palmas. Isso porque vários animais morreram envenenados no bairro. Os casos vêm acontecendo há cerca de dois anos. A última vítima da crueldade foi uma gata de rua que tinha acabado de parir oito filhotes.
A veterinária Fernanda Luíza Rosa, que também é moradora do bairro, conta que os envenenamentos vêm acontecendo com mais frequência nas últimas semanas. A suspeita é que os animais estão morrendo por hemorragia.
Gato foi morto por envenenamento
Reprodução/TV Anhanguera
“Está mais intenso nesses últimos dias, mas sempre aconteceu essa questão de envenenamento na quadra, isso vem de um a dois anos. A gente suspeita que é um veneno que causa hemorragia. É o que está causando a morte dos gatos de rua e alguns cães. Inclusive de cães de tutores, de pessoas que vem passear na praça, o cão come o alimento envenenado e o dono não vê e vai parar na emergência da veterinária”, disse.
A aposentada Neide Ozório perdeu um cachorro, o Salomão, e faz um apelo a comunidade. “Tive um cachorro envenenado dentro da praça. Eu peço a todas as pessoas que, por favor, vamos preservar a vida dos nossos animais, dos nossos companheiros. Eles nos trazem grande saúde mental. Vamos lutar em prol da vida desses seres que nos trazem tanta alegria”, disse.
Na semana passada a vítima foi uma gata que havia acabado de ter filhotes. Sensibilizada com a história, a Kamilla Rodrigues resolveu cuidar dos gatinhos durante o período de amamentação.
“Meu irmão me marcou em uma publicação da página onde eles publicam sobre animais. Lá tinha que esses filhotes precisavam de um lar onde tivesse uma gatinha que estivesse amamentado. Eu entrei em contato com a página, dizendo que tinha e que poderia ficar com eles durante o período de amamentação”, disse.
Filhotes foram adotados por outra gata após terem mãe morta por envenenamento
Reprodução/TV Anhanguera
Os moradores da quadra não entendem porque tanta crueldade e tentam ajudar e proteger os animais de rua. “A gente está entrando no quarto mês. Justamente para que esses animais pararem de procriar, invadir a casa alheia para roubar comida e pular no telhado fazendo barulho à noite. Na verdade, é o ódio mesmo, a falta de empatia com o ser que está na rua passando fome”, afirmou a veterinária.
Envenenar animais é crime e os casos devem ser investigados à Polícia Civil para que sejam investigados.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.