Suspeitos de matar dono de haras em Palmas durante assalto são indiciados


Eles atiraram na vítima enquanto roubaram carro e objetos. A esposa do proprietário e o caseiro conseguiram fugir dos criminosos. Suspeitos de matar dono de haras a tiros são indiciados
Divulgação/Polícia Civil
Dois homens de 25 anos foram indiciados após as investigações do assassinato do dono de um haras, em Palmas, serem concluídas. De acordo com a Polícia Civil, a vítima de 53 anos foi morta pela dupla durante um assalto na própria casa. O homem foi baleado na frente da esposa e não resistiu.
O latrocínio, que é roubo seguido de morte, aconteceu na noite do dia 1º de junho deste ano, na zona rural da capital. A polícia disse que os homens armados chegaram na propriedade, onde estavam o casal dono da área e o caseiro, e começaram o assalto. Durante a ação criminosa o proprietário levou três tiros. A esposa da vítima conseguiu fugir e o funcionário se escondeu.
Durante a fuga os suspeitos passaram por uma viatura da Polícia Militar (PM), perderam o controle do veículo roubado e foram parar fora da estrada. Eles abandonaram o automóvel, que estava cheio de objetos roubados, e levaram apenas três joias e dois celulares.
Durante as investigações do crime os dois homens foram identificados e 11 dias depois agentes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) cumpriram mandados de busca e apreensão na casa deles.
Segundo o delegado Luciano Cruz, responsável pelo caso, a identidade da dupla foi confirmada por meio da identificação das digitais nos objetos que foram deixados no veículo após o acidente. A dupla foi detida e levada para a Casa de Prisão Provisória (CPP) de Palmas onde aguardam julgamento.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.