Prefeitura de Fátima determina toque de recolher para o comércio após aumento de casos de Covid-19


Município proibiu a abertura dos estabelecimentos comerciais, das 20h às 6h. Cidade contabiliza 58 casos positivos e duas mortes por causa da doença. Município de Fátima determina medidas para conter avanço da Covid-19
Divulgação/Fátima
O aumento no número de moradores diagnosticados com a Covid-19 no município de Fátima, fez com que a prefeitura adotasse o toque de recolher para o comércio na cidade. Os estabelecimentos estão proibidos de funcionar entre 20h e 6h.
O município, localizado ao sul do Tocantins, tem menos de 4 mil habitantes, segundo o IBGE. Nesta segunda-feira (3), foram contabilizados 58 casos positivos, sendo que 12 foram diagnosticados em um só dia, de acordo com a prefeitura. Os dados apontam que 12 pacientes com sintomas suspeitos aguardam pelo resultado do exame.
Além disso, duas pessoas já morreram vítimas do novo coronavírus. As informações também constam no site atualizado pela Secretaria Estadual da Saúde. Há também uma idosa, de 66 anos, internada em uma UTI de Palmas.
“Foi necessário adotar medidas enérgicas para combater a proliferação do vírus em nossa cidade. Convocamos a adesão da comunidade nesta batalha. Para que, portanto, a comunidade e o poder público, juntos, possamos combater esse mal e haveremos de vencer esse problema que assola todo o planeta”, disse em um vídeo, o prefeito Washington Vasconcelos.
O gestor também disse que a prefeitura adquiriu dois mil testes rápidos e 500 kits para testes swab para agilização dos diagnósticos no município.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.