Junta comercial registra queda nos fechamentos de empresas mesmo durante a pandemia de Covid-19


Balanço compara as aberturas e fechamentos no primeiro semestre de 2019 e 2020. Comércio fechado em Palmas durante a pandemia de Covid-19
Reprodução/TV Anhanguera
O Tocantins registrou um número menor de empresas fechadas no primeiro semestre de 2020 em relação ao mesmo período do ano passado, mesmo durante a pandemia de coronavírus. No primeiro semestre de 2019 foram extintas 3.731 empresas, por outro lado, neste ano o número caiu para 2.825. Os dados fazem parte de um levantamento divulgado pela Junta Comercial do Estado do Tocantins (Jucetins).
A Covid-19 trouxe grandes reflexos econômicos porque obrigou muitas empresas a ficarem fechadas por algum período ou a seguirem regras rígidas para evitar a disseminação do vírus.
Em Palmas, por exemplo, os estabelecimentos comerciais estão proibidos de funcionar das 20h às 5h. Os comerciantes reclamaram da medida e chegaram a falar em demissão, além disso, ações foram protocoladas na Justiça para tentar derrubar a medida.
Ainda segundo o balanço da Jucetins, o número de empresas abertas permaneceu no mesmo patamar. No primeiro semestre do ano passado foram 9.922 aberturas. No mesmo período deste ano ocorreram 9.348.
“Acreditamos que os números são animadores em certo sentido. A gente sempre espera que num momento de dificuldade como esse da pandemia haja um fechamento maior de empresas, mas não foi o que se registrou”, comentou a presidente da Jucetins, Thaís Coelho.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.