Polícia Civil prende grupo suspeito de usar borracharia como fachada para vender drogas em Araguaína


Quatro homens foram presos pela Divisão Especializada de Repressão a Narcóticos. Foram apreendidos aproximadamente 15 kg de drogas, além de joias e R$ 6 mil em dinheiro. Drogas, dinheiro e joias apreendidas pela polícia
Túlio Alves/TV Anhanguera
A Polícia Civil prendeu quatro suspeitos de tráfico de drogas em Araguaína, no norte do Tocantins, na tarde desta quarta-feira (29). O grupo supostamente usava uma borracharia no setor Noroeste como fachada para a venda de drogas. Foram apreendidos aproximadamente 15 kg de maconha, comprimidos de ecstasy e porções de crack, além de joias, R$ 6 mil em dinheiro e uma pistola.
Dois suspeitos têm 24 anos e os outros 41 e 33 anos. Os nomes não foram divulgados. O grupo vinha sendo investigado pela 2ª Divisão Especializada de Repressão a Narcóticos de Araguaína há algum tempo. Nesta quinta-feira os agentes saíram às ruas para cumprir dois mandados de busca e apreensão solicitados pelo delegado José Anchieta.
“A Denarc vinha investigando há algum tempo um grupo de traficantes que comercializava drogas em dois pontos. O primeiro nessa borracharia, que o líder do grupo era o proprietário e lá ele traficava para clientes mais conhecidos, e uma boca próximo à borracharia, onde vendia para qualquer pessoa e clientes de baixa renda”, disse o delegado.
Durante as buscas os policiais prenderam os quatro suspeitos em flagrante por tráfico de drogas e associação criminosa. Três foram detidos na borracharia e outro na boca de fumo. Os homens foram levados para a delegacia de plantão e depois seriam mandados para o presídio local.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.