PF mira grupo especializado em tráfico internacional de armas

A Polícia Federal realiza, nesta quarta-feira (29), uma operação contra um grupo especializado no crime de tráfico internacional de armas de fogo e acessórios. São cumpridos 25 mandados de busca e apreensão e um de prisão preventiva.

Segundo as investigações, os suspeitos importavam e enviavam armas e acessórios para cinco estados brasileiros. Eles escondiam os equipamentos em rádios, climatizadores e panelas elétricas e enviavam pelos Correios e por transportadoras privadas.

Durante as apreensões, os policiais encontraram um item chamado Kit Roni, uma espécie de arma de airsoft (usada para jogos virtuais) que era transformada em arma de fogo, com munições reais. Isso a transformava em uma espécie de submetralhadora, com carregadores estendidos e seletores de rajadas.

Os mandados estão sendo cumpridos nos estados do Paraná, Ceará, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo e Sergipe. Os investigados serão indiciados pelos crimes de tráfico internacional de armas de fogo e acessórios, associação criminosa, falsidade ideológica, uso de documento falso e lavagem de dinheiro. Se condenados poderão ter penas de até 12 anos de prisão.  

Leia matéria na íntegra no Site Portal de Brasília

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.