Estado registra seis mortes e dez acidentes envolvendo a rede elétrica no primeiro semestre de 2020


Levantamento foi feito pela concessionária de energia elétrica do estado. Muitos acidentes acontecem durante construções e reformas; veja recomendações para evitar o perigo. Rede de transmissão de energia elétrica no Tocantins
Reprodução/TV Anhanguera
Dez acidentes envolvendo a rede elétrica foram registrados no Tocantins apenas no primeiro semestre deste ano, sendo que em seis casos ocorreram mortes. De acordo com a concessionária de energia do estado, o número de vítimas deste primeiro semestre é o mesmo de todo o ano de 2018. Em 2019 foram registrados 22 acidentes, com seis mortes.
Conforme a Energisa, metade das mortes ocorreu em obras de reformas ou construções. Este foi o caso de Marcelo França Máximo, que foi eletrocutado enquanto trabalhava no telhado de um hotel em Dianópolis, em fevereiro deste ano.
Outro acidente de trabalho aconteceu com um técnico de instalação de internet, que foi eletrocutado enquanto instalava uma rede de fibra óptica na quadra 901 Sul, em Palmas. O jovem Gustavo Soares Carvalho, de 21 anos, recebeu uma descarga elétrica e caiu de uma escada.
A concessionária recomenda que para evitar acidentes com obras próximas da rede elétrica é preciso sempre contratar profissionais especializados e utilizar todos os equipamentos de proteção.
Além disso, é preciso ter cuidado ao manobrar veículos perto da rede elétrica. Em fevereiro, por exemplo, um caminhoneiro de 39 anos morreu após encostar a caçamba do veículo nos cabos de energia.
Principais motivos de acidentes em obras, segundo a Energisa:
Encostar materiais de construção ou ferramentas na rede elétrica;
Construir próximo à rede, deixando o telhado sem a distância segura para fazer a manutenção;
Colocar andaimes perto da fiação;
Fazer ligações clandestinas ao construir ou ampliar imóveis;
Usar máquinas de grande porte, como tratores e retroescavadeiras, nos arredores da rede;
Instalar antenas no mesmo lado onde está a rede de energia;
Se apoiar nos fios ou na parte superior de postes;
Não tomar os devidos cuidados com a altura, para evitar quedas;
Arremessar cabos sobre a rede elétrica, mesmo que encapados, pois a capacidade de isolamento do material pode não ser suficiente para evitar a passagem da eletricidade.
Intervenções da rede elétrica
A concessionária de energia também alerta que atividades envolvendo a rede elétrica devem ser realizadas apenas por profissionais autorizados e qualificados. Quem mexe na rede de energia sem autorização, além de cometer crime, pode se colocar em risco e prejudicar muitas pessoas.
Ações que são proibidas de serem realizadas na rede de energia ou próximas a elas:
Instalar câmeras de vigilância, placas publicitárias, cabos de rede de internet e demais equipamentos particulares nos postes;
Fazer instalações elétricas direto nos cabos dos postes. Além de perigoso, é crime;
Instalar, retirar ou adulterar medidores de energia;
Realizar pintura de fachadas improvisando extensores no rolo de pintura;
Fazer cercas ou alambrados sob a rede elétrica sem aterramento e/ou seccionamento;
Subir em transformadores ou estruturas de rede de energia. Somente as equipes da concessionária estão habilitadas a fazer intervenções no sistema.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.