Florada dos ipês traz beleza e cor para as ruas de Palmas: ‘Flores que encantam os olhos e a alma’


Apesar de ser belo, os ipês precisam que suas flores caiam por questão de sobrevivência. Árvores são típicas do cerrado. Florada dos ipês encanta e enche de cor as ruas de Palmas
A florada dos ipês começou! As flores coloridas que forram as rotatórias, calçadas e ruas de Palmas trazem encanto, alegria e cor para a cidade. O que para nós é deslumbrante, para as árvores, é uma estratégia de sobrevivência. É que os ipês precisam que suas flores caiam para resistir ao forte calor tocantinense.
A bióloga Silene de Oliveira é uma admiradora e não se cansa de fotografar as flores. “Tudo o que está relacionada à natureza me atrai, eu acho lindo tudo. É vida. E vida por si só já é algo que me chama a atenção”.
Ipês derrubam as flores como estratégia de sobrevivência no tempo seco do Tocantins
Reprodução/TV Anhanguera
O encanto não é só pelo visual. Por trás da cor e da beleza, tem a luta para sobreviver. A bióloga conta que a árvore não derruba as flores por acaso, é para poupar energia nestes tempos de pouca chuva.
Além da estiagem, as flores que aparecem neste período enfrentam calor e ventania. Mas, por outro lado, encontram menos competitividade. “E como a gente observa, não tem tantas espécies em floração. O que acontece, ele vai atrair mais polinizadores para ele. Porque todo o ser vivo, o importante para ele, é a perpetuação da espécie”, explica.
O ipê se mostra forte em vários aspectos. Na ventania, a semente se espalha com mais facilidade, as flores em formato de cone atraem os pássaros.
Já a fava de bolota, muito conhecida por ser o símbolo do Tocantins, tem outra forma de atrair os polinizadores. Não é a beleza, e sim o cheiro adocicado que chama a atenção de abelhas.
“Cada planta tem um formato diferente de flor, essa á a grande diversidade que temos porque ela vai atrair os polinizadores para aquele tipo de planta. Por que já imaginou se fossem todas iguais? A competitividade seria muito grande”.
Assim a natureza mantém o encanto, mesmo no verão tocantinense.
“Se preparem, fiquem de olhos bem abertos, onde quer que vocês estejam. O tocantinense, nossos visitantes porque a nossa biodiversidade é muito rica. E nessa época, tem muitas flores que nos encantam os olhos e a alma”.
Floração é estratégia da natureza para sobreviver na estiagem
Reprodução/TV Anhanguera
Cores do cerrado na época da seca encantam moradores
Reprodução/TV Anhanguera
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.