Governo abre seleção para contratar 65 médicos para atuar na linha de frente contra o coronavírus


Vagas são para os hospitais de referência no tratamento da doença em Palmas e Araguaína. Contrato será válido por três meses, podendo ser prorrogado para até seis. Parte das vagas é para o Hospital Regional de Araguaína
Reprodução/TV Anhanguera
O Governo do Tocantins informou nesta terça-feira (14) que está abrindo uma seleção para contratar 65 novos médicos para atuar na linha de frente do combate ao coronavírus. As vagas são temporárias, com contratos valendo inicialmente por três meses e podendo ser prorrogados para até seis. Os profissionais serão lotados no Hospital Geral de Palmas (HGP) ou no Hospital Regional de Araguaína (HRA).
Segundo a Secretaria de Saúde, são 40 vagas para o HRA e 25 para o HGP. O salário para os contratos de 40 horas semanais é de R$ 10.276,20 com um adicional de R$ 4,8 mil para quem for atuar nas alas dedicadas ao coronavírus. Já para os contratos de 20 horas semanais, o salário é de R$ 5.138,10 com bônus de R$ 2,4 mil. O regime de plantão pode variar conforme a necessidade dos hospitais e o interesse do candidato.
Para participar não é necessário fazer inscrição, apenas enviar o currículo para o e-mail curriculoses2020@gmail.com. Para ser considerado apto é obrigatório que o candidato esteja habilitado no conselho da classe. A contratação é imediata.
Quem tiver dúvidas deve telefonar para o número (63) 3218-1740 em horário comercial.
Profissionais também podem ser lotados no Hospital Geral de Palmas
João Guilherme Lobasz/G1
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.