Idoso é encontrado morto com os pés amarrados e sinais de espancamento; enteado é suspeito


Vítima foi identificada como Raimundo Pereira da Silva, de 65 anos. Parentes informaram que ele tinha problemas mentais e que costumava se desentender com familiares. Crime foi na cidade de Riachinho, no norte do Tocantins
Divulgação/Prefeitura de Riachinho
A Polícia Militar de Riachinho, no norte do Tocantins, encontrou Raimundo Pereira da Silva, de 65 anos, morto dentro da própria casa em uma das chácaras do assentamento Bacuri, na zona rural da cidade. O idoso estava com os pés amarrados um ao outro e o pescoço amarrado a uma viga do telhado da casa. O corpo tinha sinais de espancamento na parte de trás da cabeça, nos ouvidos e na boca.
A PM foi até o local após uma ligação anônima avisando sobre o homicídio. A principal suspeita é que um enteado de Raimundo Pereira, que não teve o nome divulgado, tenha cometido o crime durante uma discussão.
Parentes do idoso disseram aos militares que ele sofria com problemas psicológicos e as vezes se tornava violento. Em algumas ocasiões teria inclusive ameaçado a esposa com um facão que ele costumava carregar para onde ia.
A PM fez buscas, mas o enteado ainda não foi localizado para prestar os esclarecimentos. O caso foi encaminhado para a investigação da Polícia Civil. O idoso era natural de Tocantinópolis, também no norte do estado e o corpo foi levado para o Instituto Médico Legal da cidade.
Os familiares informaram ainda que o enteado não tinha muito contato com o idoso antes do crime e que tinha se mudado para o assentamento recentemente, sendo que estava vivendo com a mãe e o padrasto há apenas três dias.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *