Jovens não conseguem recarregar cartão estudantil e pagam passagem integral de ônibus para ir aos estágios em Palmas


Estudantes têm direito de pagar meia passagem, mas benefício foi suspenso por conta da suspensão das atividades escolares. Sindicato diz que é necessário ofício comprovando atividades dos alunos. Estagiários reclamam que não conseguem recarregar a carteirinha do estudante na pandemia
Estudantes que usam o transporte público em Palmas estão reclamando que não conseguem recarregar o vale transporte estudantil. Apesar de muitos alunos estarem com as aulas suspensas por causa da pandemia do novo coronavírus, muitos continuam com atividades dos estágios. O problema têm feito estagiários gastarem mais do bolso para usar o passe comum. (Veja o vídeo)
É que os estudantes têm direito de pagar apenas metade da passagem, que custa R$ 3,85 na capital, mas segundo eles, o benefício foi suspenso.
O estudante Deidson Floriano sai de casa todos os dias, na região sul, e segue até o centro da cidade onde fica o local de estágio. Ele diz que a última vez em que conseguiu recarregar o passe estudantil foi no mês de maio. O estudante conta que as empresas de estágio oferecem vale-transporte que não é suficiente para cobrir as viagens no valor integral.
“No nosso contrato eles têm um valor lá somente para o vale transporte. Então, esse valor é inferior se nós formos pagar R$3,85 em uma viagem de ônibus. Não chega aos trinta dias. Isso prejudica os estagiários porque esse dinheiro vai ter que sair do nosso bolso para pagar”, comentou Deidson.
Os estudantes até tentam fazer a recarga estudantil pelo site do Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Palmas (Seturb), mas durante a compra aparece uma mensagem informando que ela não pode ser realizada. A venda nas estações de ônibus também foi bloqueada.
Deidson procurou o Seturb pelo aplicativo de mensagem e recebeu uma resposta de que a unidade de ensino deveria enviar um ofício comprovando que o aluno faz estágio. Ao enviar o documento, o estudante foi informado pelo Sindicato que o benefício só seria liberado para estágios obrigatórios.
“Isso prejudica todo um sistema. Isso prejudica o contribuinte, você, prejudica a mim. Porque todas as pastas pagam se os estagiários não trabalharem”, reclamou Deidson Floriano.
O Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Palmas informou que está liberando o passe estudantil desde que o estágio faça parte da grade curricular do aluno. A declaração emitida pela instituição de ensino deve ser entregue na sede da Seturb entre 8h e 16h.
Estudantes pagam valor da passagem integral durante a pandemia
Reprodução/TV Anhanguera
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *