Live solidária de Carol Nunes com G.R.E.S. Porto da Pedra bate recorde de audiência e arrecada toneladas de alimentos

Em tempos de pandemia da covid-19 as opções de entretenimento e culturais estão bastante restritas devido à proibição de aglomerações e as regras de segurança para evitar a proliferação do novo coronavírus. No entanto não apenas os trabalhadores do setor da cultura e do lazer foram afetados, mas toda a sociedade, que se viu mergulhada em uma crise sem precedentes devido ao encerramento da atividade comercial.

No intuito de trazer para a população opções de lazer sem que seja preciso sair de casa e também manifestar solidariedade às famílias que estão enfrentando dificuldades econômicas por causa da quarentena, artistas locais e escolas de samba da região de Niterói e São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro, se uniram para realizar transmissões ao vivo pela internet e arrecadar doações em dinheiro e alimentos.

Durante sete dias, as Lives apresentadas por Carol Nunes, influenciadora digital e empresária moradora de São Gonçalo, bateram recordes de audiência na região e superaram as nossas expectativas, arrecadando ao total 8 toneladas de alimentos, 450 cestas básicas, 400 kits de higienização, 200 litros de álcool gel e 1000 máscaras de proteção, que foram direcionadas para moradores das comunidades locais.

Carol Nunes revela detalhes sobre a iniciativa: “O convite para apresentar a primeira live veio por parte do sr. Windson, proprietário da casa de show Sam’Bar e daí vieram outros convites para apresentar as demais lives. Fizemos juntos algo solidário, histórico e inédito na nossa região de São Gonçalo e Niterói. Batermos o recorde de audiência com mais de 250 mil visualizações no total das sete apresentações, que trouxeram o melhor do samba, do pop e do eletrônico para a nossa gente, que neste momento precisa não apenas de apoio financeiro mas de alegria e motivação para ficar em casa e seguir se prevenindo contra o novo coronavírus.”

Participaram das lives os DJs Rogerinho, Neskau e Sávio, grupo Sambaí, artistas locais e a escola de samba Porto da Pedra, que recentemente teve seu diretor de bateria, o carnavalesco Anderson Dias da Silva, vítima fatal do novo coronavírus: “a participação de todos da Porto da Pedra foi muito especial, porque eles infelizmente sabem o que é perder alguém querido para essa doença terrível que é a covid-19. Ao contrário do que alguns dizem, não se trata de uma gripe comum nem devemos subestimar a doença. Neste momento eu como influenciadora digital e apresentadora e eles como músicos e artistas temos a responsabilidade de não fazer a nossa parte para colaborar para que as pessoas se previnam, fiquem em suas casas e possam ter seu lazer em segurança, fazer a higiene mental sem correr riscos.”

Acompanhe os números destas iniciativas:

Live do Casa de show Sam’Bar
20 mil visualizações e 6 toneladas de alimentos arrecadados.

Live da escola de samba Porto da Pedra
 
26 mil visualizações e 2 toneladas de alimentos, 400 cestas básicas e 400 kits de higienização.

Live do Dj Rogerinho:

89 mil visualizações, 50 cestas básicas e 100 litros de álcool em gel.

Live do Grupo Sambaí

60 mil visualizações, 1000 máscaras de proteção, 20 L de álcool 70 (20 garrafas de 1 L), 20 L de álcool Gel (40 garrafinhas de 500ml).

Live Respeita as Mina

19 mil visualizações

Live Dj Neskau e Savio DJ

6 mil visualizações

Leia matéria na íntegra no Site Portal de Brasília

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *