Marisa Monte lança a Fase 2 de Cinephonia

“Durante mais de 30 anos de atividade produzi e acumulei uma quantidade colossal de arquivos e informações nos diversos tipos de formatos e suportes existentes. Arquivos de áudio (de K7 a 2 polegadas), de audiovisual (de VHS a película), fotografias (papel, contatos e slides), partituras, clipping de imprensa, documentos, projetos gráficos, registros de ensaios, áudios de canções sendo compostas, manuscritos, projetos gráficos etc.

Nestes últimos quatro anos passei horas envolvida em um tipo de trabalho que é completamente invisível aos olhos do público, mas que foi fundamental para que eu tivesse acesso em um só lugar a todos os dados produzidos durante minha trajetória. Para isso fui em busca de um novo tipo de parceria, desta vez com arquivistas, biblioteconomistas, pesquisadores, restauradores de áudio e vídeo, técnicos em informática. Uma quantidade enorme de informação a ser organizada num trabalho gigantesco, contínuo e infinito que hoje faz parte de um arquivo virtual que mora nas nuvens, onde está toda minha obra digitalizada, catalogada, restaurada e organizada.

Assistir, escutar, ter tudo isso acessível foi fundamental para que hoje eu possa colocar ao alcance do público esse material que chamei de Cinephonia. Cine (movimento/imagem) e Phonia (som). Os sons das imagens.

Todas estas canções têm em comum o fato de serem parte de trilhas sonoras dos meus registros audiovisuais, mas que não estavam disponíveis em áudio streaming. Escutar sem assistir transforma a relação entre o público e a música, propõe a liberdade para cada um criar suas próprias imagens”, conta Marisa Monte.

Phonomotor e Sony Music lançam nas plataformas, pela primeira vez em áudio streaming, 30 canções gravadas por Marisa Monte em vídeos VHS e DVD, além de uma música inédita, “Acontecimento” (Hyldon), nunca lançada pela artista.

O lançamento do catálogo está sendo feito em três fases (11/06, 19/06 e 26/06), começou com “Memórias 2001 – Ao Vivo” e segue agora com “Hotel Tapes (1996) – Ao Vivo”.

Através da página interativa, fãs do mundo inteiro enviaram suas recordações para Marisa Monte, que estão no vídeo coletivo de “Tempos Modernos” lançado hoje.

Hotel Tapes (1996) – Ao Vivo

“O ano era 1996. A ideia era promover encontros musicais com parceiros e amigos sem ensaio e com total liberdade para serem filmados para o DVD de Barulhinho Bom. Meus convidados: Novos Baianos, Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown, Davi Moraes e as pastoras da Velha Guarda da Portela. O cenário escolhido foi a ruína do hotel das Paineiras, na Floresta da Tijuca, no Rio de Janeiro, aos pés do Cristo Redentor. Tocamos e cantamos as músicas que amávamos, nosso repertório afetivo comum, entre gargalhadas e olhares cúmplices. Ouvir esses registros me faz sorrir ao lembrar de dias luminosos, no meio da natureza, com a cidade aos nossos pés, pertinho do céu, vivendo um sonho encantado daquele momento musical coletivo. Uma viagem musical”, lembra Marisa.

Repertório


Magamalabares (Carlinhos Brown)
Vide Gal (Carlinhos Brown)
Chuva no Brejo (Moraes Moreira)
A Menina Dança (Moraes Moreira/Galvão)
Mistério do Planeta (Moraes Moreira/Galvão) 
Eu Sou o Caso Deles (Moraes Moreira/Galvão)
Tempos Modernos (Lulu Santos)
Cérebro Eletrônico (Gilberto Gil)

Leia matéria na íntegra no Site Portal de Brasília

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *