MP pede fiscalização reforçada no comércio do sul de Palmas após aumento de casos na região


Os Jardins Aurenys e o Taquari aparecem entre os bairros com maior quantidade de casos na cidade. Promotores querem ainda busca ativa por possíveis pacientes entre famílias carentes. Aumento de casos no sul de Palmas está assustando moradores
Reprodução/TV Anhanguera
Os Ministérios Públicos do Tocantins e Federal querem que a Prefeitura de Palmas tome medidas mais efetivas para a contenção do coronavírus na região sul da capital. Equipes das duas instituições se reuniram com a Secretaria Municipal de Saúde para solicitar o reforço da fiscalização no comércio da região e um plano de ação que inclua a busca ativa por pacientes.
O G1 mostrou na última semana que a contaminação nos setores que ficam ao sul do plano diretor da capital se acelerou nas últimas semanas, com o Jardim Aureny III assumindo a posição de bairro com o maior número de infectados na cidade. Até o dia 17 de junho já tinham sido registrados 209 casos apenas nos Jardins Aureny e no Taquari.
A busca ativa solicitada pelos órgãos de controle significa que equipes de saúde iriam até os bairros para localizar pessoas que tiveram contato com os casos confirmados. O entendimento do Ministério Público é que podem haver famílias vulneráveis que não tenham conseguido cumprir o isolamento por causa das condições de vida e não possam se deslocar até unidades de saúde.
Conforme os dados apresentados pela Semus ao grupo de promotores e procuradores, a situação mais crítica está no Aureny III, onde foram diagnosticados 74 casos, seguido pelo Taquari com 40 casos, 30 casos no Aureny I, 39 casos no Aureny II e 26 casos no Aureny IV.
“Além da quarentena obrigatória para casos confirmados e suspeitos, buscar todos os contatos, proceder a testagem e garantir assistência de saúde e multidisciplinar para essas pessoas, especialmente, as mais vulneráveis, deve ser prioridade na ação a ser implementado para esses bairros”, disse a promotora de Justiça Araína Cesárea D’Alessandro.
Atualmente a região possui uma Unidade de Pronto Atendimento e uma Unidade Sentinela. Está prevista para os próximos dias, a instalação de mais uma unidade do tipo. O G1 procurou a prefeitura de Palmas para saber se as recomendações serão cumpridas e aguarda retorno.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.
Initial plugin text

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.