Moradores encontram peixes mortos em ribeirão Taquaruçu e investigação sobre poluição da água continua aberta


Análises identificaram que coloração esverdeada seria por conta do descarte irregular de esgoto. Manchas verdes continuam aparecendo no Ribeirão Taquaruçu; peixes estão morrendo
A qualidade da água do ribeirão Taquaruçu continua incomodando moradores de Palmas. É que no início do ano parte do ribeirão tinha mau cheiro e manchas verdes e análises identificaram que a área estava imprópria para banho. As consequências do problema voltaram a preocupar depois que peixes foram encontrados mortos. (Veja o vídeo)
O motorista Teotônio Arrais mora no setor Bertaville. Durante uma pescaria no fim de semana, ele e um amigo encontraram peixes de várias espécies boiando na água. “No momento a gente não sente mau cheiro, mas ela [água] está com problema. É um descaso. Simplesmente o problema está voltando”, reclamou.
Em fevereiro deste ano foi iniciada uma investigação para saber o que causava a mancha na água. O inquérito deveria ser concluído no fim de março, mas a Polícia Civil disse que o caso continua em andamento. Até agora ninguém foi responsabilizado pela poluição.
A coloração esverdeada seria por conta do descarte irregular de esgoto, o que também contribuía para o mau cheiro. A Delegacia de Meio Ambiente verificou grande quantidade de algas no trecho entre o setor Bertaville e o condomínio Mirante do Lago. Amostras informavam que a água estava poluída, mas nenhum laudo comprovou a origem do lançamento irregular de resíduos.
O químico e professor da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Émerson Guarda, fez análises e afirma que o desaparecimento das manchas verdes não significa que o problema deixou de existir. “Às vezes a matéria orgânica é alta, há outros poluentes na água que a gente não percebe visualmente”, disse.
O professor afirma que o problema no local é complexo já que há crescimento populacional no entorno do ribeirão. “Esta zona a gente chama de zona de mistura. É onde sai o esgoto tratado e ele mistura aqui com a água natural. Temos ocupações, a água que vem da serra. Por isso a gente fala que esse local não é próprio para banho, não é bom para pescar. É uma condição já corriqueira já deste local”, explicou Émerson Guarda.
Em nota, a Polícia Civil informou que as investigações estão em andamento e que estão sendo colhidas mais informações junto às entidades envolvidas.
Já a BRK Ambiental, concessionária responsável pela distribuição e tratamento de água, disse que monitora a qualidade do esgoto lançado na água e que os resultados atendem à legislação.
Peixes foram encontrados mortos no Ribeirão Taquaruçu
Reprodução / TV Anhanguera
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *