Projeto de lei prevê medidas emergenciais para o setor esportivo

Água, energia elétrica e serviços de telecomunicações das empresas que atuam no setor esportivo não poderão ser cortados durante a pandemia. É o que prevê o projeto de lei do deputado Felipe Carreras (PSB/PE). A proposta ainda prorroga por um ano a prestação de contas de projetos com recursos da lei de incentivo ao esporte e permite que os impostos sejam pagos daqui a 12 meses.

O projeto também estabelece que enquanto as medidas de isolamento estiverem vigentes, as competições esportivas e os treinamentos só poderão iniciar mediante regulamentação do Ministério da Saúde, que deverá estabelecer protocolo que garanta a segurança dos atletas, dos participantes e do público.

Leia esta e muitas outras notícias na Coluna de Esportes da Revista Veja
Autor: Manoel Schlindwein

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *