Ilustres derrotados

Coronavírus, Covid-19, vírus chinês, vírus covarde, viés ideológico, ignorante. Sensatez na exata medida, dose certa sem matar a vítima; vejam só: trazido à porta aberta, escancarada do réveillon, fogos de alegria, soberba dominante de ilustres irresponsáveis, gananciosos instalados em seus palacetes, Moet Chandon rolando à solto, caviar e risadas de feliz cidade.

E o maldito foi gostando, se instalando em corpos viris, Fê Paes Leme, Preta Gil, casamento, Bahia, gente importante, rolê aleatório, gigante, boca de ferro à boca, suor, gente se esfregando, amor e alto astral, o vírus teve o aval, tornou-se imoral, consoante multidão-27 milhões de foliões no auge do carnaval.

Dinheiro, orgia, plim-plim, um globo de vaidade, conivência, cumplicidade, autores de um enredo, arremedo, pobres não importa, a porta ainda escancarada, megatons de insanidade ligados à tomada, chuva de confetes e na invisível atmosfera da festa, numa quarta-feira de cinzas, a cor era a da peste.

Temos que encontrar culpados. Postes sem luz, estrelas decadentes, amores improváveis, zumbis se cumprimentam, feudos judiciais, legisladores imorais, a ordem é iminente: o culpado é o presidente! Ranger de dentes, figuras patéticas barbarizam, Barbalhos criam seu reino, Doriana sem sabor, São Paulo toca o terror, o Rio já não encanta, o funébre estampa a capa dos marrons folhetins.

Mortes anunciadas, Velho Mundo em polvorosa, insensatez, falsidade e tapas de esquerda na cara do cidadão desavisado.
Amor nenhum, velhinhos tombam, pobre do homem, enterro indigno, choro contido, velas, incensos, não me deram ouvido: cadê meu marido?

Do antibiótico tens medo, cloroquina e coqueteis palpiteiros, cenas de cinema, inerte, vírus sorrateiro, nunca te vi, jamais te amei, chorei de dor, tenho que pagar o preço?. Assertiva zombeteira , mamonas assassinas tens a forma, deixe a vaidade de lado, vá se embora calado, já temos ilustres derrotados!

Autor: Antônio Pereira Barros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *