Chacareiro encontra ossada humana em Paraíso do Tocantins; caso é o segundo no fim de semana


Ossos vão passar por exames no IML de Palmas para identificação. O primeiro caso foi em Ananás, na região norte. Um chacareiro de Paraíso do Tocantins, na região central do estado, encontrou uma ossada humana na propriedade dele na manhã deste domingo (10). A vítima ainda não foi identificada e não há confirmação sobre o sexo, apenas que se trata de uma pessoa adulta. A Polícia Civil informou que roupas e objetos que podem ajudar na identificação foram encontrados perto dos ossos, mas que para não atrapalhar as investigações não divulgaria detalhes.
Os ossos estavam distantes uns dos outros, o que pode indicar que eles foram carregados pela enxurrada durante as últimas chuvas. Pelo estado avançado de decomposição e pela situação das peças de roupa, a primeira estimativa é que a morte tenha ocorrido há mais de seis meses.
Paraíso possuí uma unidade do Instituto Médico Legal, mas como serão necessários exames específicos os ossos foram encaminhados para o IML de Palmas.
Outro caso
Este é o segundo caso de ossada humana localizada no Tocantins neste fim de semana. Na tarde de sábado (9), outra foi descoberta em uma região de mata na zona rural de Ananás, no norte do estado.
Os restos mortais foram encontrados com alguns membros já separados. Segundo a polícia, não é possível saber se a vítima se trata de um homem ou mulher. Os ossos foram levados ao Instituto Médico Legal (IML) de Tocantinópolis e devem ser encaminhados para a unidade de Palmas.
A SSP informou que em casos como este são realizados vários exames que possibilitam a identificação da vítima. O principal é da arcada dentária.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

Avatar

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *