Nobel de Química vai para os pais da bateria recarregável de íons de lítio

A Academia Sueca concedeu na manhã desta quarta-feira o Prêmio Nobel de Química de 2019 ao norte-americano John B. Goodenough, ao britânico Stanley Whittingham e ao japonês Akira Yoshino por desenvolverem a bateria de íons de lítio. “Esta bateria leve, recarregável e potente é usada atualmente em todas as partes, dos telefones celulares aos computadores portáteis e veículos elétricos. Também pode armazenar quantidades significativas de energia solar e eólica, tornando possível uma sociedade livre de combustíveis fósseis”, celebra a instituição em um comunicado.

Seguir leyendo.

Leia matéria na íntegra no Portal El País – Brasil
Autor: Manuel Ansede

Avatar

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *