Brad Pitt: “A masculinidade focada em ser forte se torna um obstáculo na relação com os outros e consigo mesmo”

Houve um tempo em que Brad Pitt era um frango. Literalmente. Nada a ver com o cinema: de fato, era a vida real de um jovem recém-desembarcado em Los Angeles (Califórnia, EUA). Chegava à agência, olhava o quadro e escolhia um dos estranhos trabalhos oferecidos naquela semana. “Fui motorista, stripper; entreguei geladeiras portáteis para estudantes universitários …”, diz o ator. E também se converteu no homem imagem de El Pollo Loco (o frango louco), um restaurante no Sunset Boulevard. Seu trabalho era simples, embora talvez não muito gratificante: entrava em uma fantasia de penas, se posicionava na calçada e começava a dançar. Quantos transeuntes devem ter fugido daquela ave! Piadas e revanches do destino: hoje, muitos pagariam para passar 30 segundos na companhia do mesmo cara.

Seguir leyendo.

Leia matéria na íntegra no Portal El País – Brasil
Autor: Tommaso Koch

Avatar

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *