Promotoria vai investigar Prefeitura por novo cadastro de lixo de São Paulo

A Prefeitura de São Paulo decidiu entregar para uma empresa privada, de graça, a gestão de um manancial inédito de informações sensíveis das empresas da cidade. Desde abril, por incumbência da gestão municipal, a empresa paulistana Green Platforms administra e controla uma base de dados que inclui informação sobre de produção de lixo, sobre o IPTU e até o consumo de energia de todas as companhias da capital paulista, atendendo a uma demanda da Prefeitura para planejamento e “controle de transporte de resíduos”. A Green, que fornece justamente serviços ambientais à iniciativa privada, ganhou a função porque se ofereceu a doar, também de graça, o trabalho de gerenciamento das informações para a administração municipal. Na prática, enquanto o mundo debate os limites para proteger os dados privados do uso impróprio por Governos e empresas, a Prefeitura de São Paulo vai permitir que um empresário da área de transporte de lixo tenha controle de dados detalhados sobre potenciais clientes.

Seguir leyendo.

Leia matéria na íntegra no Portal El País – Brasil
Autor: Daniel Haidar

Avatar

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *