Menina que perdeu os movimentos do corpo aos 10 anos realiza sonho e conhece DJ Alok; veja o encontro


Encontro emocionante aconteceu no camarim do artista, que se apresentou no VillaMix, em Palmas. Criança se inspira nas músicas do DJ para fazer fisioterapia e se recuperar. Cristiane com a mãe e o DJ Alok após encontro, em Palmas
Divulgação/Rita Coelho
Cristiane Ferreira, de 11 anos, realizou um sonho ao conhecer o DJ Alok, que se apresentou no VillaMix, em Palmas. A menina, que perdeu a fala e os movimentos do corpo após um diagnóstico de lúpus, encontrou inspiração para lutar pela vida nas músicas do artista. O encontro emocionante aconteceu no camarim do artista, neste sábado (17).
A mãe Edineide Ferreira de Santana conta que ela não teve a audição prejudicada e se anima com os hits de Alok para fazer fisioterapia. Um vídeo feito durante uma sessão mostra o quanto Cristiane fica empolgada ao ouvir a batida eletrônica. Assim a menina, que era saudável até os 10 anos, se esforça para, a cada dia, dar um passo rumo à recuperação.
O DJ já tinha conhecido a história da garota através da internet e se emocionou ao vê-la pessoalmente. Um vídeo do momento do encontro mostra a menina sorrindo ao ver o artista de perto. “Eu vi sua história. Eu vi vídeo seu hoje. Que maravilha! Eu estava doido para te conhecer. Obrigada por ter vindo”, disse Alok. (Veja o encontro abaixo)
O artista, que já contribuía para os avanços no tratamento através das músicas, mesmo sem saber, prometeu ajudar a menina também de outras formas.
“A Cristiane é a simbologia de uma verdadeira guerreira, uma pessoa que está aí para vencer os obstáculos. Ela me fez refletir muitas coisas e eu tenho certeza que a mensagem que ela está passando através dessa recuperação e dessa força de vontade é uma inspiração muito boa para todo mundo”, disse o DJ.
Alok disse ainda que há uma troca, já que a criança também é inspiração para ele. “A gente passa a vida reclamando de coisas tão pequenas e um simples movimento, que é algo que a gente não dá valor, é a luta dela diária. Me fez refletir muito e me inspirou”, falou o artista.
DJ Alok conheceu a menina Cristiane, que se inspira nas canções dele – Divulgação/Rita Coelho
A doença
A família mora em Pindorama do Tocantins, cidade no interior do estado. Até os 10 anos, Cristiane era saudável, corria, falava, brincava, como qualquer outra criança. Mas em setembro do ano passado, a menina começou a ter que lutar para viver.
“Ela nunca teve uma doença, era normal. Em setembro do ano passado, começou a ter dores nas articulações e a febre nunca passava. Um dia arruinou muito e fomos para Palmas. Ficamos no Hospital Infantil do dia 19 de setembro a 3 de outubro. Cristiane recebeu alta, mas no mesmo dia o médico reumatologista falou para voltar ao hospital porque ela não tinha condições”, conta a mãe.
A criança conseguiu um leito de UTI no Hospital Geral de Palmas no dia 6 de outubro de 2018 e só saiu no dia 9 de março desse ano. A menina foi diagnosticada com lúpus, uma doença autoimune que ocorre quando o sistema imunológico ataca e destrói tecidos saudáveis do corpo por engano.
A mãe precisou deixar o trabalho de auxiliar de serviços gerais para cuidar da filha e acompanhá-la nas sessões de fisioterapia em Palmas. O pai fica na cidade. Sem condições financeiras, ele trabalha ainda mais para sustentar a família. Everaldo Melquíades é barbeiro.
A esperança dos dois é ver novamente a filha saudável. “Minha filha está aprendendo tudo de novo. Tenho esperança que ela vai ficar boa e voltar a andar”, diz a mãe. “Deus me deu a minha filha e agora eu peço que Ele levante ela, que ela melhore”, afirma o pai.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

Avatar

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *