Alemanha beira a recessão com uma queda de 0,1% no PIB e reforça incertezas econômicas

A economia da Alemanha patina. Em meio à maré de notícias negativas para sua potente máquina exportadora, o PIB da maior economia europeia caiu 0,1 ponto percentual no segundo trimestre do ano, abrindo assim as portas para a recessão depois de uma década de crescimento praticamente ininterrupto. O Departamento Federal de Estatísticas aponta a desaceleração do comércio exterior como detonante do retrocesso. Com a possibilidade cada vez maior de um Brexit sem acordo com a União Europeia, a guerra comercial fazendo tremer os mercados, e a indústria automobilística abalada, os dados de abril a junho evidenciaram que a maior economia da UE não pode continuar absorvendo os choques de forma impassível, apesar de se beneficiar da fraqueza do euro, de um mercado de trabalho flutuante que beira o pleno emprego e de uma política expansiva por parte do Banco Central Europeu.

Seguir leyendo.

Leia matéria na íntegra no Portal El País – Brasil
Autor: A. Sánchez, A. Carbajosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *