Defesa que Maia fez de Levy divide o DEM

Só dê tiro certo A declaração do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que chamou de “covardia sem precedentes” a demissão de Joaquim Levy do BNDES dividiu o DEM. Integrantes da sigla acham que ele não precisava ter se exposto para defender um quadro que não era querido por ninguém. Agora vai? Publicitários acreditam que a saída do general […]

Leia matéria na íntegra no Blog Painel – Folha de São Paulo
Autor:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *