Carlucho ironiza PF: ‘Hacker… hummmm…sei!’

O vereador carioca Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) comparou a investigação da Polícia Federal no caso que envolve Sergio Moro ao inquérito sobre o atentado sofrido por seu pai-presidente na campanha de 2018. Descrente do faro da Polícia Federal, levou o pé atrás num post que acomodou no Twitter na noite desta quarta-feira.

No caso da facada desferida contra Jair Bolsonaro, o Zero Dois não se conforma com a conclusão de que o agressor Adélio Bispo agiu por conta própria. Torce o nariz para os laudos que atestaram que o agressor sofre de ‘Transtorno Delirante Persistente’. Algo que o torna inimputável.

No episódio da captura das mensagens trocadas por Moro com o procurador Deltan Dallagnol, Carlucho torce o nariz para a principal linha de investigação da PF, centrada na hipótese de que as mensagens tóxicas foram capturadas por um invasor de celulares de autoridades.

Leia o post na íntegrano blog do Josias de Souza
Autor: Josias de Souza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *