Jô alerta Corinthians contra o Racing: “na Argentina é uma guerra”

Jô estava no elenco que foi eliminado pelo Racing em 2017 (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

Nesta quarta-feira, o Corinthians enfrenta o Racing, fora de casa, pela primeira fase da Copa Sul-Americana. Depois de ficar no empate em 1 a 1 em Itaquera, o Timão terá missão complicada em Avellaneda. Jô, que hoje atua no Japão, estava no elenco que enfrentou os argentinos pela mesma competição em 2017, e alertou sobre os perigos do confronto.

Na ocasião, o Corinthians teve pela frente o Racing nas oitavas de final da Copa Sul-Americana e foi eliminado após empatar em 1 a 1 em Itaquera e não sair do zero a zero em Avellaneda. Jô, inclusive, acabou sendo expulso na partida fora de casa.

“Na Argentina é uma guerra, tanto que a minha primeira expulsão da carreira foi ali. Então o Corinthians vai enfrentar uma guerra. Um jogo difícil onde eles vão tentar jogar por uma bola, talvez. Apesar de ser uma equipe que toca bem a bola, acredito que eles vão respeitar o Corinthians e vão tentar se defender e achar um gol”, disse, em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva.

O atacante do Nagoya Grampus ressaltou a tranquilidade que a equipe de Fabio Carille deve ter diante desse adversário, e frisou a dificuldade da partida.

“O Corinthians terá que ter sabedoria…Tem que ter inteligência para jogar e sair com a classificação lá. Mas vai ser um jogo complicado. Na ocasião, o Fabio já tinha avisado, mas acabamos perdendo a cabeça no final. Algo que não pode acontecer. Pois eles sabem fazer isso muito bem, o Argentino sabe segurar o jogo, amarrar o jogo, e nós brasileiros não podemos mais cair nessa”, advertiu.

Em 2017, antes de cair para o Racing, o Corinthians conseguiu uma grande classificação diante da Universidad de Chile, na primeira fase, com uma vitória por 2 a 0 no Brasil, e um triunfo por 2 a 1 em Santiago. Jô também relembrou o duelo para explicar qual espírito o Corinthians deve ter na noite desta quarta-feira.

“O Fabio disse que o segundo jogo, no Chile, foi um dos melhores nossos no primeiro semestre pois nós tivemos tranquilidade de jogar no erro deles…Não apertamos, deixamos sair jogando. Fizemos um excelente jogo…É essa sabedoria que é preciso ter. É preciso saber jogar fora de casa e jogar dentro de casa. Fora de casa, claro que se você estiver atrás do placar, vai ter que arriscar. Mas é sempre bom estudar o adversário antes, saber qual é a proposta de jogo deles e ter paciência os 90 minutos”, completou.

 

*Especial para a Gazeta Esportiva

O post Jô alerta Corinthians contra o Racing: “na Argentina é uma guerra” apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Leia esta e muitas outras notícias na Gazeta Esportiva
Autor: Guilherme Serrano Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *