Em clima turbulento, Espanha começa a julgar líderes do separatismo catalão

Chegou o dia. Doze líderes independentistas catalães se sentam nesta terça-feira no banco dos réus do Tribunal Supremo, em Madri, acusados de promover e executar o desafio ao Estado espanhol que culminou na consulta separatista ilegal de 1º de outubro de 2017 e na posterior declaração unilateral de independência. O processo judicial marcará a agenda política dos próximos tempos na Espanha. Já a partir da primeira audiência: no mesmo dia em que o julgamento começa, o Parlamento inicia o debate do novo orçamento, onde o voto dos partidos independentistas determinará o futuro da legislatura. As consequências políticas vão além da Espanha. Com a União Europeia à espera de uma sentença crucial para a estabilidade territorial de um de seus países mais relevantes, a audiência será transmitida na íntegra pela televisão, num esforço inédito do Supremo no sentido de exibir as garantias de um processo que o independentismo questiona desde o primeiro dia.

Seguir leyendo.

Leia matéria na íntegra no Portal El País – Brasil
Autor: Reyes Rincón

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *