Vídeo mostra momento em que triatleta é resgatada após ser atingida por bote salva-vidas dos Bombeiros

As imagens mostram a chuva forte e pouca visibilidade no local onde era realizada a prova. Ludimila Barbosa Oliveira está internada na UTI do Hospital Geral de Palmas. Vídeo mostra momento em que triatleta é resgatada após ser atingida por bote salva-vidas
Um vídeo feito às margens do lago da usina hidrelétrica no distrito de Luzimangues mostra o momento do resgate da triatleta Ludimila Barbosa Oliveira, atingida pela hélice de um bote salva-vidas do Corpo de Bombeiros durante uma competição neste domingo (2). As imagens registraram que chovia muito no momento do acidente, além do vento forte e da pouca visibilidade no local.
A competidora teve o pé esquerdo amputado e está em estado grave na UTI do Hospital Geral de Palmas. Segundo a Secretaria Estadual da Saúde, ela não tem previsão de alta. Na manhã desta segunda-feira (3) cerca de 40 bombeiros se mobilizam para fazer doação de sangue.
A mãe de uma competidora contou ao GloboEsporte.com que no momento em que a prova começou ainda não estava chovendo. Porém, a tempestade começou no meio da disputa, quando os atletas estavam dando a segunda volta pelo circuito.
O acidente foi na manhã deste domingo (2) no distrito de Luzimangues, durante a 6ª etapa do circuito estadual de Maratona Aquática do Tocantins. Ludimila participa de competições desde o fim de 2017 e é professora no Centro Municipal de Educação Infantil João e Maria, da Prefeitura de Palmas.
Ludimila segue internada em estado grave na UTI do Hospital Geral de Palmas
Reprodução/Facebook
O Corpo de Bombeiros confirmou que começou a ventar muito no decorrer da prova e que após a metade do percurso alguns atletas começaram a pedir ajuda. Dois chegaram a ser retirados da água e os militares resgatavam um terceiro quando perceberam que a mulher foi atingida pela parte de trás da embarcação.
O comando dos Bombeiros lamentou o ocorrido e disse que “todos os procedimentos necessários para preservação da vida e elucidação dos fatos, foram e estão sendo tomados”.
A Marinha foi acionada e a polícia técnica foi ao local para periciar a lancha. A Federação Aquática do Tocantins disse que a provas respeitou as regras internacionais e nacionais de segurança na água e que todas as providências legais estão sendo tomadas.
Ludimila Barbosa Oliveira foi atingida pela lancha durante a maratona
Reprodução/Facebook
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.