Comerciante é condenado a 8 anos de prisão por contratar menor para assassinato

Lázaro Lima Cantúario teria encomendado a morte de José da Silva Machado porque ele se recusou a ajudá-lo a assassinar um policial militar. Crime foi em 2003, na cidade de Cristalândia. Crime foi em 2003 na cidade de Cristalândia
Divulgação
O comerciante Lázaro Lima Cantúario, de Cristalândia, foi condenado a oito anos de prisão nesta quarta-feira (24) por contratar um menor de idade para matar José da Silva Machado em 2003. O crime seria uma queima de arquivo, já que Cantuário teria pedido à vítima que matasse um policial militar na região. Como Machado se recusou, o comerciante decidiu encomendar o assassinato dele para se previnir de uma possível denúncia.
O G1 não conseguiu contato com a defesa de Lázaro Lima Cantúario.
Segundo a promotoria, o pagamento pelo crime seria uma arma que o réu ofereceu para o adolescente. O menor convidou José da Silva para beber em um bar e no caminho de volta deu quatro tiros nele. Apesar disso, o homem sobreviveu e pediu socorro em uma escola. Ele prestou depoimento sobre o caso assim que teve alta do hospital e explicou toda a situação.
O julgamento foi por juri popular. Ele foi condenado por tentativa de homicídio e corrupção de menor. O juiz Wellington Magalhães, que presidiu o Júri, considerou que a culpabilidade no caso “vai além da normalidade do tipo penal, especialmente por que se operou mediante promessa de recompensa ao menor, executor do delito”.
A sentença deverá começar a ser cumprida imediatamente em regime fechado.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.