Famílias são impedidas de visitar detentos após confusão em presídio

Um preso morreu e outro ficou ferido na CPPP nesta sexta-feira (19). As famílias ficaram esperando para realizar a visitação que acontece aos sábados e domingos alternadamente. Famílias são impedidas de ver parentes na CPPP após confusão no presídio
As famílias que foram visitar os parentes presos no pavilhão A, da Casa de Prisão Provisória de Palmas, na manhã deste sábado (20), foram impedidas de vê-los, após uma confusão no presídio. Um detento morreu e outro ficou ferido no local nesta sexta-feira (19).
As famílias não foram avisadas do ocorrido e ficaram esperando para realizar a visitação que acontece aos sábados e domingos alternadamente. Elas só foram informadas por volta das 10h30 da manhã de que não poderiam entrar. Não haverá visitas nesse sábado.
Confusão
Os dois casos foram dentro do Pavilhão A, mas ocorreram em momentos diferentes. A administração do presídio informou que Daniel Araújo Cardoso, 23 anos, foi esfaqueado e morreu por volta das 17h. Uma hora depois, Antônio Railson Chaves Arnold, 24 anos, também foi esfaqueado.
Arnold ficou ferido, mas foi socorrido e levado para a Hospital Geral de Palmas. Ele está na sala Vermelha do Hospital Geral de Palmas (HGP). O corpo de Cardoso está no Instituto Médico Legal de Palmas.
A Secretaria de Cidadania e Justiça não confirmou se os casos estão relacionados, mas disse que instaurou procedimentos administrativos para apurar os crimes. A nota informou que houve “divergências internas entre reeducandos”.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.
Famílias ficram esperando para realizar visitação
TV Anhanguera/Reprodução

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.