Vistoria constata irregularidades na obra da feira da 307 Norte em Palmas

Caixa de gordura dentro de boxes está em desacordo com as regras sanitárias. Desde setembro do ano passado, prefeitura adiou a entrega da obra pelo menos três vezes. Reforma de feira da 307 Norte em Palmas é adiada para março no ano que vem
Reprodução/TV Anhanguera
Uma vistoria realizada na feira da 307 Norte, em Palmas, constatou irregularidades na obra que já dura um ano. A reforma, orçada em R$ 1,4 milhão, começou em setembro do ano passado. A entrega da feira já foi adiada ao menos três vezes. Uma das irregularidades está relacionada às caixas de gordura dentro dos boxes, que estão em desacordo com as regras sanitárias, pois não são vedadas, lacradas e sifonadas. A fata de adequação às normas pode contaminar os alimentos.
A vistoria foi feita pelo Ministério Público Estadual, Vigilância Sanitária e Prefeitura de Palmas. Outra irregularidade é quanto à falta de segurança no local. A promotoria recomendou que o município providencie vigilantes para evitar a ação de vândalos na obra.
O secretário de Desenvolvimento Rural, Roberto Sahium, disse que se reuniu com técnicos para resolver os problemas. “Vamos vedar as caixas provisoriamente. Num futuro próximo, vamos colocar as caixas de gordura para fora.”
Ele informou ainda que, devido ao período eleitoral, será difícil contratar pessoas para atuar como vigilantes. “Não temos concursados. Estamos vendo o que podemos fazer de acordo com a legislação. O que o MPE exigir, vamos cumprir”, disse.
Em setembro do ano passado, os feirantes foram transferidos para um estacionamento na entrada da quadra, depois que um vendaval derrubou parte da cobertura. A reforma estava prevista para ser concluída no dia 19 de dezembro, mas a data foi alterada para o dia 19 de março desse ano.
Em março, a prefeitura adiou novamente a entrega da feira para o fim de maio. Disse que para finalizar a reforma, era preciso esperar o término do período chuvoso.
Um ano se passou desde que o local foi atingido pelo vendaval. O período chuvoso está prestes a iniciar e os feirantes continuam cobrando o fim da obra.
O secretário não deu um prazo para a entrega da reforma, disse que depende da vistoria final feita pela Caixa Econômica Federal.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Leia matéria na íntegra no Portal G1 Tocantins

reporter1

Repórter 1 é um agregador de notícias, um robô que captura automaticamente posts em sites, blogs e grandes portais, economizando seu tempo. Aqui você encontra o caminho mais curto para informações e opiniões relevantes que estão na internet.