Irritados, médicos de Bolsonaro decretam fim de ‘entra-e-sai’

Pegou muito mal na equipe médica do hospital Albert Einstein, em São Paulo, a intensa agenda de visitas ao candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL).

Os médicos proibiram a alta rotatividade dos últimos dias, que incluiu o cantor Roger e o pastor Silas Malafaia.

Argumentam que o estado de saúde em que Bolsonaro está é incompatível com tamanha movimentação.

Saiba mais acessando Radar Online Revista Veja
Fonte: Revista Veja / Radar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *