Fiéis cumprem promessas e se emocionam ao relatar bênçãos recebidas do Senhor do Bonfim

A romaria começou no dia 6 deste mês e chega ao fim nesta sexta-feira (17). Já são quase 300 anos de tradição na maior festa religiosa do Tocantins. Romaria do Senhor do Bonfim chega ao fim nesta sexta-feira (17)
Para agradecer ao Senhor do Bonfim pelas bênçãos recebidas, os fiéis percorrem quilômetros debaixo do sol e sobem uma grande escada de joelhos. Alguns devotos saem de outros estados para cumprir promessas no povoado que leva o mesmo nome do santo, localizado em Natividade, a 278 km de Palmas. (Veja o vídeo)
A romaria que começou no dia 6 deste mês chega ao fim nesta sexta-feira (17). Já são quase 300 anos de tradição na maior festa religiosa do Tocantins.
O servidor público Joaquim José Alves enfrentou o sol escaldante do Tocantins para chegar até o povoado. Ele caminhou mais de 20 quilômetros para agradecer o simples fato de estar andando. “Em 1994, tive um acidente e fique três horas preso dentro de umas ferragens de um caminhão. Eu pedi ao Senhor do Bonfim e ao Divino Espírito Santo que eles me ajudassem, que eu saisse daquela situação e que eu caminhasse”, relembra.
Seja de manhã, à noite ou de madrugada, os fiéis peregrinam para agradecer ao santo. Para chegar ao santuário, mais sacrifício. Alguns sobem as escadarias de joelho. Cada um diz ter uma experiência com o Senhor do Bonfim. “Eu tive três traumatismos cranianos. Tenho mais de 20 anos que venho aqui, minha família. Estou bem mentalmente e muito sadio. Agradeço ao Senhor do Bonfim”, contou o romeiro Renilson de Souza.
A fé emociona. A advogada Maria Julieta veio de Porangatu (GO) pagar uma promessa da filha. De joelhos, ela chorou diante da imagem do santo. “Eu com a minha família enfrentamos muitos problemas de saúde e foi por honra e glória do Senhor do Bonfim que hoje nós estamos aqui”.
Durante a romaria, uma multidão segue a imagem do santo cantando e rezando. “Para nós representa tudo, representa Deus crussificado por amor a nós, o Deus que morreu exaltado no altar da cruz para cumprir o porjeto do pai de amar os seus até o fim”, explicou o padre e reitor da romaria Leomar.
O festejo é realizado há cerca de três anos e deu origem à primeira igreja construída no povoado do Senhor do Bonfim, em 1750. De acordo com a história contada pelos devotos, um vaqueiro teria encontrado uma imagem do Senhor do Bonfim em cima de um toco de árvore e, após levá-la para Natividade, a imagem voltou a aparecer inexplicavelmente em Bonfim. Daí os devotos começaram a seguir a pé até o povoado.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Essa notícia saiu primeiro no Portal G1 Tocantins
Clique no link acima para saber mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *