Kátia Abreu recebeu R$ 500 mil em doações de empresa denunciada por trabalho escravo

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) divulgou em outubro uma lista com o nome de 131 pessoas físicas e jurídicas acusadas de empregar pessoas com condições análogas à escravidão. Da chamada “lista suja”, quatro empresas doaram R$ 7,7 milhões nas eleições de 2014, segundo levantamento do Correio Braziliense, ajudando a eleger ao menos três deputados estaduais, oito deputados federais, a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e a senadora tocantinense Kátia Abreu (PMDB).

Saiba mais…

Com informações do Portal Cleber Toledo.

 

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: